Menu

 


GEO perde em Paulínia e não depende mais de si

 


No sábado, 20, o Grêmio Osasco foi derrotado pelo Paulínia na cidade do adversário, pelo placar de 2 a 1, em partida válida pela penúltima rodada da segunda fase do Campeonato Paulista de Futebol - Série B. O onze osasquense está na terceira posição do Grupo 7 - o único da competição onde quatro times chegarão com chances de classificação à rodada final.

O jogo começou com domínio do Paulínia no meio-de-campo, o que reduziu em demasiado as chances de ataque dos visitantes. Aos 16 minutos, em falta pela esquerda, André Luis levantou na área; no rebote a bola sobrou livre para Carlos Eduardo fuzilar o goleiro Igor. 1 a 0 para o mandante.

O Paulínia continuou a pertubar o GEO conforme conseguia faltas nos flancos do campo. Aos 20 a infração foi mal cobrada por Pacheco; aos 22 André Luís joga na áre e o goleiro Igor rebate para fora da área.

Somente aos 25 minutos o Grêmio Osasco se aproximou com perigo do gol do Paulínia. Daniel fez jogada pela esquerda e conseguiu escanteio. Dedé jogou na área, mas a zaga da casa proporcionou novo escanteio. Na outra cobrança, feita pelo mesmo Dedé, nenhum atacante osasquense conseguiu aproveitar.

Aos 30 minutos o meia osasquense Renato jogou bola aérea em direção ao gol; o goleiro Fabrício soltou e Hugo Vieira desperdiçou boa chance. Nos dez minutos seguintes as ações foram equilibradas, mas aos 40 o Paulínia chegou com perigo, em boa jogada de Marcos Aurélio pela direita, que driblou e deixou Carlos Eduardo em boas condições; na batida o goleiro Igor fez grande defesa.

Na volta para segundo tempo o técnico Toninho Moura tentou fazer com que o GEO tivesse o domínio do meio-campo, e assim criar chances para empatar a partida. Já no time local o técnico Ademilson Almeida sacou Rodrigues e pôs Marcelinho no lugar de Rodrigues. Aos 10 minutos a primeira chance da segunda etapa, com André Luís batendo escanteio com perigo.

O Grêmio Osasco também mudou, colocando Willian Lima no lugar de Caio. Logo no primeiro lance o reserva quase fez de cabeça, aos 11 minutos de jogo. Depois mais duas alterações: Hugo Santos entrou no lugar de Dedé, no lado osasquense, e Diego Faustino entrou no lugar de Marcos Aurélio, no time do Paulínia.

Aos 22 quase que os donos da casa ampliam. Em mais uma falta batida por André Luís ocorre um bate-rebate que o meia Renato salvou em cima da linha, evitando o segundo gol do adversário.

Aos 24 o Grêmio Osasco respondeu. Hugo Santos não conseguiu dominar passe longo; a bola sobrou para Willian Lima que bateu firme a gol, mas a zaga tirou antes que chegasse na meta. Aos 32 minutos o GEO proporcionou um contra-ataque ao Paulínia; Carlos Eduardo recebeu livre, na cara de Igor, mas lá estava o osasquense para impedir novamente que o mandante ampliasse.

Pouco depois o zagueiro local Edmar recebeu amarelo - o único da partida. Novas alterações com a entrada de Marcinho no lugar de Léo, na equipe osasquense para buscar o gol de empate, ao passo que Alex deixou o campo para que defensor Leônidas adentrasse, buscando segurar a vitória. O Grêmio Osasco cresceu na partida com a alteração, e aos 37 minutos Hugo Santos chegou a a balançar as redes, mas se encontrava em impedimento.

Aos 41 minutos Dedé sofreu falta pela direita. Marcinho cobrou na segunda trave e Hugo Vieira desviou de cabeça, para delírio do banco do Grêmio Osasco. Jogo empatado em 1 a 1 e a vaga continuava a depender somente dos esforços do GEO.

Mas a alegria durou muito pouco. Aos 43 minutos o Paulínia avançou pela direita e teve um cruzamento; a bola passou por toda a extensão da área até cair para Marcelinho que, completamente livre, precisou se abaixar para fazer o gol da vitória paulinense, levando ao delírio a pequena mas vibrante torcida local, cujo slogan era "PFC - nosso segundo time".

Após três minutos de desconto a festa foi grande para os donos da casa, que agora lideram o Grupo 7, ao lado do Atlético Araçatuba, com 14 pontos. Vejam como ficou o Grupo após a nona rodada da Segunda Fase:

1º - Atlético Araçatuba - 14 pontos, 3 vitórias, +3 saldo de gols
1º - Paulínia - 14 pontos, 3 vitórias, +1 saldo
3º - Grêmio Osasco - 12 pontos, 3 vitórias, 0 saldo
4º - Américo - 11 pontos, 2 vitórias, 0 saldo
5º - Capivariano - 10 pontos, 2 vitórias, 0 saldo
6º - Atibaia - 8 pontos, 2 vitórias, -4 saldo

Apenas Capivariano e Atibaia estão eliminados. Nenhum time está classificado para os quadrangulares que definirão o acesso, ficando a classificação para a décima e última rodada, cujos jogos acontecerão no próximo domingo, 28, às 10 horas.

O Grêmio Osasco precisará vencer ao Capivariano, em casa, no Estádio Pref. José Liberatti, e torcer para que Paulínia ou Atlético Araçatuba não vençam. O Paulínia jogará fora de casa, contra o Américo, em Américo Brasiliense, enquanto que o Atlético pega o Capivariano em Araçatuba. A rodada final contará com grandes emoções, mas infelizmente o GEO não depende apenas de si.

MULTIMÍDIA

Vejam fotos do jogo

Vídeo do gol de Hugo Vieira

Escalações:

Paulínia: Fabrício; Pacheco, Edmar, Isac e Alex (Leônidas); Cristiano, Fabiano, André Luís e Marcos Aurélio (Diego Faustino); Carlos Eduardo e Rodrigues (Marcelinho). Técnico: Ademilson Almeida.

Grêmio Osasco: Igor, Léo (Marcinho), Wesley, Michel e Caio (Willian Lima); Carlão, Willames e Renato; Dedé, Hugo Vieira e Daniel (Hugo Santos). Técnico: Toninho Moura.

Local: Estádio Municipal Luis Perissinotto (em Paulínia)
Data: 20/09/08, às 15 horas

Árbitro: Marcelo Rogério
Assistentes: Rafael Ferreira da Silva e Fábio Rogério Baesteiro
Quarto Árbitro: Valdir Aparecido Montrazio

Gols: Carlos Eduardo (16'-1T, 1-0); Hugo Vieira (41'-2T, 1-1); Marcelinho (43'-2T, 2-1).

Cartão Amarelo: Edmar (Paulínia)

  Ricardo Silva
© 2008 NAÇÃO OSASQUENSE Livre distribuição desde que a fonte seja citada