Menu

 


Será que o sapo foi desenterrado? GEO finalmente vence em casa

 


No domingo, 14, o Grêmio Osasco venceu o Américo pelo placar de 2 a 1, em partida válida pela terceira rodada do returno do Campeonato Paulista de Futebol – Série B. O equilíbrio no Grupo 7 é tão grande que a vitória levou o time à vice-liderança. Mas uma derrota deixaria o onze osasquense na penúltima colocação.

Para evitar essa sittuação o SuperGEO tinha uma missão: desenterrar o sapo do Rochdale, maldição que os torcedores usam para explicar a falta de vitória em casa. Desde 29/06, ainda na primeira fase, que o onze osasquense não vence em seus domínios (vitória de 3 a 1 sobre o Guarujá).

O jogo começou quente com Igor saindo pro abafa nos pés do atacante Moacir, logo aos 29 segundos. Na seqüência, aos 40 segundos, Leonardo lançou Dedé, mas o goleiro Souza chegou na bola antes do atacante osasquense. Um minuto depois, Leonardo cruzou na área e Caio cabeceou fraco, nas mãos do goleiro americano.

Depois do ímpeto inicial, a partida se cadenciou e os visitantes passavam a ter um leve domínio, embora sem conseguir criar jogadas de perigo. Aos 21 minutos, porém, Hugo Vieira recebeu a bola no ataque e tabelou com Caio, antes de ajeitar para Dedé bater da entrada da área. Chute certeiro que balançou as redes, para alegria dos cerca de 150 torcedores presentes no Estádio José Liberatti.

Os torcedores ainda comemoravam o gol quando Daniel aplicou o drible da vaca em seu marcador e cruzou na medida para Hugo Vieira acertar um voleio, que obrigou o goleiro a se esticar todo para defender. Na seqüência, aos 23 minutos, o mesmo Hugo recebeu a bola na esquerda e cruzou para Daniel se antecipar ao zagueiro e fazer o segundo gol osasquense. Mas o assistente entendeu erroneamente que o atacante osasquense estava adiantado na jogada e apontou impedimento.

Pressão total do time osasquense que aos 27 e aos 29 minutos, teve duas chances de ampliar, com Luciano e Michel cabeceando para fora, em cobranças de escanteio. Aos 35 minutos Dedé lançou para Hugo Vieira que penetrou na área e decidiu cruzar forte, ao invés de chutar ao gol, permitindo que a zaga se recuperasse na jogada.

O domínio do jogo era do time osasquense até que aos 43 minutos o Américo chegou ao gol de empate. O atacante Daniel recebeu a bola na entrada da área, girou sobre a marcação e bateu sem chances de defesa para Igor.

No segundo tempo, aos 7 minutos, Willames aproveitou rebote da zaga e emendou uma bomba, que passou raspando a trave esquerda do gol americano. Mas foi o atacante Robinho que desperdiçou a chance mais clara de gol, aos 14 minutos. Após cobrança de escanteio, os visitantes saíram em rápido contra-ataque, tocaram bem a bola que sobrou para Robinho livre, já dentro da área, bater à esquerda do gol osasquense.

O Grêmio Osasco respondeu três minutos depois quando Daniel tentou alçar a bola na área, mas esta tomou um efeito e cairia dentro do gol se não fosse a intervenção do goleiro adversário, que a tocou para escanteio.

Aos 20 minutos, o segundo gol osasquense. Dedé recebeu bom passe de Daniel e chutou forte, para Souza se esticar e desviar a bola para escanteio. Na cobrança, a pelota atravessou toda a extensão da área até encontrar Wesley no segundo pau. O zagueiro tocou para trás para Daniel, que dominou e fuzilou para fazer seu primeiro gol na temporada.

A vantagem osasquense poderia ter sido ampliada aos 29 e aos 30 minutos, em dois cruzamentos certeiros de Leonardo: no primeiro Dedé pegou um lindo sem-pulo para defesa de Souza. No segundo Hugo Vieira passou da bola e tentou um voleio, que saiu por cima das traves. O Américo ameaçou apenas na última jogada da partida, aos 47 minutos, quando Daniel bateu forte, mas Igor estava atento na jogada e praticou a defesa em dois tempos.

Com a vitória, o time do técnico Toninho Moura assumiu a vice-liderança do grupo com 12 pontos, na cola do Atlético Araçatuba, que tem 13 pontos. No próximo sábado, às 15 horas, o Grêmio Osasco enfrentará o Paulínia na casa do adversário, em mais um jogo de seis pontos.

Grêmio Osasco: Igor, Leonardo, Michel, Wesley, Luciano e Caio (Edinho). Willames e Renato. Dedé, Hugo Vieira (William Lima) e Daniel (Hugo Santos). Técnico: Toninho Moura.

Américo: Souza, Alex, Ednilton, Robson e Perdigão. Bruno César, Fernando (Éder), Tita e Robinho. Daniel e Moacir (Pedrão). Técnico: Ricardo Oliveira.

Local e data: Estádio José Liberatti, 14/09/08, às 10h.

Àrbitro: Thiago Duarte Peixoto. Assistentes: Evandro Luiz Silveira e Celso Barbosa de Oliveira. Quarto árbitro: Magno de Souza Lima Neto.

Gols: Dedé (201 1T), Daniel (43’ 1T) e Daniel (20’ 2T).

Cartões Amarelos: Igor e Edinho (GEO). Alex, Robson e Robinho (Américo)

 Luís Pires (Diretor de Comunicação - GE Osasco)
© 2008 NAÇÃO OSASQUENSE Livre distribuição desde que a fonte seja citada