Menu

 


SuperGEO mostra sua força e vence a segunda fora de casa

 


Na última sexta-feira, 29, o Grêmio Osasco enfrentou o Atlético Araçatuba e venceu os locais por 2 a 1, de virada. Com a vitória, o time osasquense voltou definitivamente a brigar por uma das duas vagas para a próxima fase do Campeonato Paulista de Futebol – Série B, a também chamada Segundona.

Não foi um bom jogo, tecnicamente falando. Mas se faltou técnica, sobrou garra aos jogadores do Grêmio Osasco, que souberam virar um jogo adverso, que começou com o gol do Atlético, anotado aos 12 minutos de jogo. Em cobrança de escanteio, o ataque puxou a defesa do Grêmio Osasco para o primeiro pau e Franz penetrou livre no meio da área para tocar de cabeça, sem chances de defesa para o goleiro Igor. A vantagem do time da casa poderia ter sido ampliada aos 18 minutos, quando o ala Jefinho bateu forte, da entrada da área, para uma grande defesa de Igor.

O jogo começou a virar aos 20 minutos. Em cobrança de falta, Dedé colocou a bola na cabeça do zagueiro Luciano que, sem marcação, tocou com categoria no canto esquerdo do goleiro Gabas. Empate osasquense. O time do técnico Toninho Moura poderia ter virado o placar ainda no primeiro tempo quando o ala Caio cruzou a bola na área e a zaga cortou mal. No rebote, a bola sobrou para Dedé mandar uma bomba, que passou rente à trave esquerda da meta de Gabas.

No segundo tempo, o Atlético Araçatuba começou trocando passes no ataque, mas não conseguia penetrar na compacta defesa osasquense. Quando conseguia finalizar, os chutes vinham sem perigo, para fáceis defesas de Igor.

A virada aconteceu aos 15 minutos, quando Leonardo lançou Hugo Vieira, que dominou a bola no peito e foi atropelado pelo zagueiro adversário, na risca da grande área. Renato cobrou com perfeição, colocando a bola no ângulo direito da meta de Gabas, que ficou apenas parado, torcendo inutilmente para a bola não entrar.

O gol osasquense desconcertou o time do Atlético (e também os mais de cinco mil torcedores presentes no estádio), que possuía maior posse de bola. Mas era o Grêmio Osasco quem criava mais chances de gol, pois a equipe local esbarrava sempre na boa atuação da zaga osasquense. Aos 28 minutos, William Lima (que entrou no lugar de Daniel), acertou um belo chute da entrada da área, o que obrigou Gabas a voar para evitar o terceiro gol osasquense. Dois minutos antes, o zagueiro Tiago quase marcou contra ao recuar uma bola com o peito no contra-pé de Gabas, que conseguiu se recuperar e a tocou para escanteio.

A única chance concreta de gol do Atlético foi criada por Romário, aos 33 minutos. Em velocidade, o camisa 10 driblou dois zagueiros e, já dentro da área, foi travado por Wesley antes de finalizar.

Aos 38 minutos Caio foi expulso de campo. Em jogada de ataque ele chegou atrasado na bola e acertou violentamente um jogador adversário. Como já havia tomado um cartão amarelo, tomou o segundo, seguido do vermelho. Mas mesmo com um jogador a menos, o Grêmio Osasco quase ampliou o placar aos 43 minutos, quando Dedé tentou surpreender o goleiro com um chute de fora da área, que passou por cima do gol, rente ao travessão.

Vitória osasquense por 2 a 1, de virada, com um detalhe que tornou o feito ainda mais saboroso: o Atlético Araçatuba era o último invicto na Segundona, neste ano. Além disso, fazia três anos que a equipe não perdia um jogo diante de sua torcida, sempre presente em bom número.

Com a vitória, o Grêmio Osasco subiu para a quarta colocação do Grupo 7, com oito pontos, e encostou de vez no pelotão da frente, liderado por Américo (dez pontos), Atlético Araçatuba (nove pontos) e Paulínia (nove pontos). Nas duas próximas rodadas, o time osasquense se apresenta diante de sua torcida. Dia 07 enfrenta o Atibaia, no dia 14 o Américo. Ambos os jogos ocorrerão no Estádio José Liberatti, às 10 horas.

Atlético Araçatuba: Gabas, Jefinho, Edmar, André e Celico. Tiago, Franz, Vinícius e Romário. Andrezinho e Naldinho. Técnico: Wilson Carrasco.

Grêmio Osasco: Igor, Leonardo, Luciano, Wesley, Carlão e Caio. Willames e Renato. Dedé (Rodrigo), Daniel (William Lima) e Hugo Vieira (Edinho). Técnico: Toninho Moura.

Local e horário: Estádio Adhemar de Barros, 29/08/08, 20h.

Árbitro: Márcio Henrique de Góis. Assistentes: Osny Antonio Silveira e Danilo Ricardo Simon Manis. Quarto árbitro: Pascoal Rodigues Dias

Gols: Franz (12’ 1T), Luciano (20’ 1T) e Renato (15’ 2T).

Cartões Amarelos: Romário e André (Araçatuba), Caio e Daniel (GEO).

Cartão Vermelho: Caio (GEO).

 Luís Pires (Diretor de Comunicação - GE Osasco)
© 2008 NAÇÃO OSASQUENSE Livre distribuição desde que a fonte seja citada