Menu

 


Empate no clássico garante SuperGEO em primeiro

 


Na ensolarada manhã do último domingo, 13, os dois representantes de Osasco (Grêmio Esportivo Osasco e Osasco Futebol Clube) se enfrentaram no Rochdale, pela 13ª rodada do Campeonato Paulista de Futebol – Série B, em partida que terminou empatada em 0 a 0.

Mesmo com o empate, os resultados da rodada foram favoráveis ao Grêmio Osasco que chegou aos 27 pontos, não pode mais ser alcançado pelos seus rivais e, assim, terminou a primeira fase da competição antecipadamente na primeira colocação do Grupo Cinco, pois Pão de Açúcar e Taboão da Serra estão com 23 pontos. A uma rodada do final estas duas equipes, mais Guarujá e São Vicente, continuam brigando pelas três vagas restantes, o que garante a emoção nos jogos do próximo final de semana.

A história do jogo poderia ter sido outra se Dedé tivesse convertido o pênalti assinalado aos 11 minutos de jogo. Na jogada anterior, João Salge roubou a bola no meio de campo, avançou e lançou Dedé, que bateu colocado. O goleiro Rafael se esticou todo e mandou a bola para escanteio. Na cobrança, o volante Gabi meteu a mão na bola dentro da área e o árbitro apontou a marca da cal. Na cobrança, Dedé tentou a “paradinha”, mas o goleiro não entrou na dele e defendeu o pênalti mal cobrado pelo atacante do Grêmio Osasco.

O lance deu moral para o Osasco FC, que tomou as rédeas do jogo e teve um discreto domínio no restante da primeira etapa, com boas jogadas armadas pelo meia Orlando, pelo lado direito do ataque. O jogo era muito disputado mas a bola passava mais tempo no alto do que no chão, o que impedia as duas equipes de criarem chances efetivas de abrir o placar.

No segundo tempo, o Grêmio Osasco voltou disposto a definir o resultado a seu favor. Aos 7 minutos Hugo Vieira lançou Dedé, que ganhou dos zagueiros na corrida e bateu cruzado. A bola passou a milímetros da trave esquerda do goleiro Rafael. Nos minutos seguintes, o Grêmio Osasco criou pelo menos três chances claras de abrir o placar. Aos 20 minutos Hugo Vieira recebeu um cruzamento da esquerda e cabeceou, para defesa do goleiro Rafael. No rebote, novo cruzamento, que Dedé completou de cabeça. A bola passou pelo goleiro, mas o zagueiro Tiago a tirou em cima da linha, evitando o gol. Aos 30 minutos, Paulinho tocou para o estreante Haider que foi à linha de fundo e cruzou para trás. Hugo Vieira ajeitou no peito, mas na conclusão chutou a bola em cima do goleiro, perdendo grande chance de gol. Aos 35 minutos, o mesmo Hugo Vieira completou de cabeça cobrança de escanteio vinda da esquerda. A bola caprichosamente bateu no chão e subiu, encobrindo goleiro e a trave.

O Osasco FC teve sua chance aos 46 minutos, quando o atacante Ale foi lançado em profundidade, mas o goleiro Leandro estava atento e saiu do gol dividindo com ele. Não era mesmo dia da bola balançar as redes no Rochdale.

No próximo domingo, o Grêmio Osasco vai a Taboão da Serra cumprir tabela, em partida que vale somente para os donos da casa, que ainda lutam pela classificação. Independentemente do resultado, o time comandado pelo técnico Souza já tem garantida a primeira colocação do Grupo Cinco e aguarda a definição das outras chaves para conhecer seus adversários na Segunda Fase da competição.

Vejam fotos da partida

Ficha Técnica:

Grêmio Osasco: Leandro; Marquinhos, Ferraz (Paulinho), Wesley, Michel e Éder; Willames, Carlão (Zé Roberto) e João Salge (Haider); Dedé e Hugo Vieira. Técnico: Souza.

Osasco FC: Rafael; Didi, Alexandre, Surubim e Tiago (César); Gabi, Bruno, Orlando (Alê) e Médici (Aluísio); Cleverson e Marcos. Técnico: Marcos Bruno.

Local: Estádio Pref. José Liberatti (Rochdale), Osasco
Árbitro: Marcos Alves da Silva
Assistentes: David Botelho Barbosa e Claudenir Donizetti Gonçalves da Silva
Gols: ----
Cartões Amarelos: Michel, Wesley. Marquinhos e Carlão (GEO); Alexandre, Gabi, Médici, Tiago e Surubim (Osasco FC).

 Luís Pires (Diretor de Comunicação - GE Osasco)
© 2008 NAÇÃO OSASQUENSE Livre distribuição desde que a fonte seja citada